fbpx

Quer saber como é possível fazer viagens baratas sem abrir mão de conhecer locais incríveis? Está no lugar certo! Saiba que nem sempre é preciso juntar muito dinheiro para conseguir sair de casa nos fins de semana, feriados prolongados ou férias. Basta que você tenha um bom planejamento e saiba escolher o destino de acordo com o orçamento previsto para a viagem.

Neste guia, vamos mostrar para você como fazer isso. Leia o conteúdo até o fim e comece a planejar sua próxima viagem, aliando diversão e conhecimento de outras culturas e lugares diferentes.

1. Escolha destinos mais próximos

O seu orçamento pode até ser mais apertado, mas isso não é motivo para ficar em casa nas férias e feriados. É possível organizar-se bem e fazer viagens mais baratas, realizando o seu desejo de conhecer novos lugares mais vezes por ano, e adquirir conhecimento e cultura (ou somente se divertir!).

O primeiro passo para isso é pesquisar os destinos mais próximos de onde você mora. Assim, não gastará todo o dinheiro nas passagens de avião ou de ônibus. Afinal, quanto maior a distância, mais caras elas podem ser. Há opções de lugares interessantes para conhecer em todos os estados do Brasil. A escolha deles depende do que você gosta de fazer e de qual o período em que deseja viajar.

2. Aproveite as milhas e os pontos do cartão de crédito

Você usa o cartão de crédito para tudo? Se não, é bom começar a se planejar para fazer isso. Há alguns anos, essa tem sido considerada uma das maneiras mais interessantes de se conseguir pagar as passagens de avião com o uso de milhas. Claro que isso vale apenas para quem é disciplinado e paga a fatura do cartão na data certa, sem usar aquele o artifício de pagamento rotativo, que acaba por elevar muito as taxas de juros.

Usando o cartão, você pode acumular pontos nos programas de fidelidade e, depois, trocá-los por milhas. Assim, dependendo do quanto conseguir acumular, poderá pagar, pelo menos, um dos trechos dessa maneira. Essa já é uma grande economia para a sua viagem, então, comece a fazer o planejamento financeiro!

3. Entre para um clube de viagens

Essa é uma dica que vai ajudar você a economizar na hora de escolher a hospedagem. Isso porque, com o clube de viagens, você paga um valor mensal fixo em troca de um determinado número de diárias em hotéis, pousadas ou resorts em todo o país e no exterior. Assim, essa despesa já estará inserida em seu orçamento e não será uma preocupação na hora de viajar.

Além disso, o clube de viagens funciona como um compromisso, ou seja, você se vê diante da possibilidade de viajar mais vezes por ano, pois já tem a hospedagem paga. Sua única preocupação será escolher o destino, elaborar o roteiro e juntar o dinheiro para os passeios e a alimentação.

4. Fuja da alta temporada

Essa é uma regra clássica para os viajantes que não desejam gastar muito quando estão fora de casa. Durante a alta temporada, tudo fica mais caro — de hotéis a passagens de avião, alimentação, ingressos para atrações etc. Portanto, o ideal é se organizar e escolher datas que fujam dos períodos em que os lugares estão cheios de turistas.

Não é preciso desanimar, caso você só consiga viajar nos feriadões ou nas férias escolares. Há muitos destinos em que o conceito de alta e baixa temporada depende de outros fatores, o que nos leva ao próximo tópico.

5. Pesquise muito

A internet facilitou muito a vida de quem deseja fazer o roteiro de viagem perfeito, de acordo com seus desejos e necessidades. Faça uma lista de lugares que você gostaria de conhecer e pesquise quais são as melhores épocas do ano para ir até eles. Seja flexível e escolha aqueles mais adequados ao período em que pretende viajar.

Quem pode tirar férias fora dos meses escolares, por exemplo, consegue pegar um tempo bom para visitar cidades de praia em determinados meses, como março, abril, setembro e outubro, em destinos que oferecem atrações por preços mais baixos. O importante é não se fechar em apenas uma ideia e até pedir indicações para amigos antes de escolher.

Outra maneira de economizar é mantendo a flexibilidade quanto ao local escolhido. Claro que muitas pessoas sonham em conhecer lugares famosos, como as capitais dos países da Europa Ocidental ou as cidades mais conhecidas dos Estados Unidos, no entanto, há muitos lugares incríveis fora dessa rota e que podem custar menos para o seu bolso, proporcionando uma experiência única.

6. Planeje com antecedência

Deixar para a última hora é o pior erro de quem deseja fazer viagens baratas. Hoje em dia, há uma série de promoções, tanto para a reserva de hospedagens quanto para as passagens, que beneficiam as pessoas que começam a planejar seus roteiros com antecedência.

O ideal é que você faça isso, pelo menos, três meses antes de arrumar as malas. Parece muito para você? Saiba que esse prazo passa rapidamente e que é o suficiente para obter bons descontos e conseguir organizar seu roteiro com tranquilidade e segurança.

7. Economize na alimentação

Uma alternativa para gastar menos nas suas viagens é poupar na hora de se alimentar. Isso não significa, de forma alguma, passar fome fora de casa! Porém, você pode escolher melhor os lugares onde fará suas refeições, deixando para usar o dinheiro que sobra para outras diversões.

O café da manhã oferecido pelo hotel, por exemplo, pode ser bem aproveitado se você tornar essa refeição bem reforçada. Procure, em sites e blogs, dicas de restaurantes mais baratos para almoçar, que estejam fora do circuito de turismo.

Além disso, lanches em cafés podem ser substituídos por alimentos comprados em mercados locais, assim como garrafas de água para consumir durante os passeios.

Viu como sair de casa nem sempre precisa ser tão caro? Com um bom planejamento e seguindo as nossas dicas, é possível fazer viagens baratas todos os anos sem desembolsar mais do que o seu orçamento permite!

Está convencido de que não é preciso abrir mão da qualidade para conquistar esse objetivo? Entenda melhor o que é o clube de viagem e como aderir a ele no guia completo que elaboramos para você!

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert