fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

Bagagem, check! Passagem, check! Animação, check! Planejamento financeiro… check! Será que falta alguma coisa nessa lista para que sua viagem de férias ou momento de lazer em família seja incrível? A resposta é sim! Falta conhecer a fundo os mais essenciais cuidados com a saúde antes de viajar.

Se você não tinha incluído esse item no seu checklist de viagem, não se preocupe. Basta continuar a leitura deste artigo para saber com detalhes tudo o que é importante para cuidar da saúde antes, durante e depois de viajar. Embarque com a gente neste guia e boa viagem!

Por que fazer um checkup na saúde antes de viajar?

Sabemos que, antes de organizar uma viagem, todas as atenções se voltam para o momento do passeio. Fica até difícil manter a concentração nas atividades do dia a dia, não é mesmo?

Entretanto, saiba que, tão importante quanto elencar os principais destinos para conhecer, é agendar com antecedência uma visita ao médico para toda a família. Tudo para ter a certeza de que todos estão em condições adequadas de saúde para colocar o pé na estrada.

Alguns perfis de destinos exigem um cuidado ainda mais especial com a saúde antes da visita, veja só:

  • lugares com temperaturas muito diferentes das habituais;
  • destinos com comidas típicas que utilizam temperos e especiarias desconhecidos por você;
  • locais que colocam o turista em contato direto com a natureza, muito procurados por viajantes aventureiros, que gostam de fazer turismo ecológico;
  • locais com atividades extremas e que exigem um preparo físico diferenciado (como grandes trilhas, escaladas ou temperaturas muito abaixo de zero).

Nesses casos, a consulta médica será voltada ao preparo do corpo para as situações que estão por vir. Pode ser necessário reforçar as vitaminas, fazer um teste de carga para esforço físico ou mesmo descobrir se há alguma intolerância alimentar ou alergia que impeça o viajante de consumir algum alimento específico.

Se vai fazer uma viagem de avião e tem algum diagnóstico crônico de saúde, o checkup é tão importante quanto o check-in! Isso porque, lá no alto, as condições do ar e da atmosfera são bem diferentes — o que pode contribuir para potencializar sintomas. Doenças como tuberculose, asma, bronquite, pneumonia, insuficiências cardíacas e até mesmo cirurgias recentes devem ser acompanhadas de perto por um profissional especializado antes e logo após o embarque.

Caso faça uso de medicamentos sob prescrição médica, uma das melhores dicas de viagem é revalidar a receita e carregá-la consigo na mala, junto do remédio na quantidade suficiente para todo o período de viagem. Especialmente quando falamos em viagens internacionais, pode não ser possível adquirir medicamentos com as mesmas propriedades que os seus em localidades diferentes.

Lembre-se apenas de consultar com antecedência o regimento das companhias aéreas sobre a melhor forma de despachar itens dessa natureza para não ter surpresas desagradáveis!

Quais vacinas tomar antes de viajar?

Atualizar a carteira de vacinação é outro importante item da lista de cuidados com a saúde antes de viajar. E o local da viagem tem grande relevância nesse momento. Isso porque alguns países ainda sofrem com doenças que o Brasil já erradicou ou tem baixa incidência nos dias atuais.

Por isso, consulte o leque de vacinas necessárias de acordo com o lugar visitado e verifique, com antecedência, se o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é exigido. Caso o destino escolhido seja uma área com risco de febre amarela, por exemplo, como ainda acontece em alguns lugares brasileiros, é fundamental conferir se a dose da vacina está em dia.

Ah! E tenha atenção ao prazo mínimo exigido para o seu efeito: de acordo com a doença, ele pode variar entre 10 dias e seis semanas. Além disso, tenha muita atenção aos noticiários e acompanhe as informações de saúde do local visitado. Caso haja surtos de doenças infecciosas agudas, como o recente surgimento do Covid-19 — o coronavírus —, a recomendação é adiar o passeio e aguardar a estabilização do quadro.

Quais exames de saúde fazer antes da viagem?

Se você não tem nenhuma condição crônica de saúde, bastam os exames de rotina para atestar que está tudo certo para encarar a aventura. Também é muito recomendado, especialmente para casos de viagens mais longas, fazer exames de vista, dentários e ginecológicos. Ter a certeza de que está tudo nos conformes traz segurança para o viajante e reduz as chances de uma emergência médica no meio do passeio.

Quais medicamentos levar para a viagem?

Além dos medicamentos com receita, sobre os quais falamos logo acima, o bom viajante nunca deve se esquecer do “kit médico”, independentemente da duração da viagem. Ele é o salvador para o casos de enfermidades simples, que podem ser tratadas com facilidade, mas que têm potencial para destruir o passeio se não forem paradas a tempo, como dores de cabeça, febres, resfriados ou náuseas.

Sendo assim, prepare uma nécessaire e não se esqueça de incluir:

  • analgésicos;
  • antigripais;
  • antitérmicos;
  • antiácidos;
  • antialérgicos;
  • remédio contra náuseas;
  • soro fisiológico;
  • colírio;
  • curativos;
  • termômetro.

Se vai viajar com os filhos, não se esqueça de redobrar a atenção ao kit médico da mala de viagem infantil. Pode ser importante incluir pomadas, antissépticos, repelentes de insetos e protetor solar.

Quais cuidados com a alimentação devo tomar antes da viagem?

Comer bem antes do passeio também é um dos importantes cuidados com a saúde antes de viajar. Você pode estar se perguntando: mas como isso pode ter influência na viagem? Nós respondemos! Preparar o organismo para o período de deslocamento comendo adequadamente e mantendo o corpo hidratado reduz as chances de mal-estar durante o percurso e o passeio.

Pensando nisso, comece a balancear a dieta alguns dias antes de pôr os pés na estrada:

  • beba bastante água, água de coco e suco de frutas (natural, preferencialmente);
  • evite alimentos gordurosos e de difícil digestão;
  • abuse das frutas, legumes e verduras.

Além de ajudar a fortalecer o organismo e prepará-lo para se deliciar com as especialidades gastronômicas do destino visitado, uma alimentação balanceada garante uma viagem tranquila e sem mal-estar, especialmente se viajar no verão, quando as altas temperaturas já causam, por si só, um desconforto natural.

Se os pequenos viajantes estiverem incluídos no passeio, temos mais algumas dicas! Para prevenir os tão famosos (e indesejados) enjoos, a recomendação mais comum é que a criança faça uma refeição leve antes da viagem e coma alimentos estratégicos durante o percurso, como frutas e líquidos neutros.

Caso faça uma viagem de carro, crie momentos de parada periódicos. Isso ajuda a estabilizar o mal-estar e ajuda a distrair as crianças em percursos longos.

É necessário fazer um seguro saúde para viajar para fora do país?

Se estamos falando sobre cuidados com a saúde antes de viajar, a resposta é SIM! O seguro saúde é necessário para viajar para fora do país — e recomendado para quem viaja no Brasil, mas não tem plano de saúde com cobertura nacional.

Na verdade, esse é um assunto que gera uma série de dúvidas aos viajantes. Que tal falarmos um pouco mais detalhadamente sobre elas?

Diferença entre seguro saúde e seguro viagem

A primeira dúvida que surge diz respeito à diferença entre o seguro saúde e o seguro viagem. De uma forma geral, podemos dizer o que seguro viagem é uma modalidade de assistência que abrange tanto as necessidades médicas quanto as logísticas. O que isso significa?

Na prática, significa que, além de cobrir eventuais emergências médicas e atendimentos de saúde, também ajuda a solucionar problemas relacionados à viagem em si, como extravio de bagagem, danos à mala, cancelamento ou atraso de voos etc. E a amplitude da cobertura depende do pacote escolhido.

Já o seguro saúde funciona mais ou menos como um plano de saúde internacional. De acordo com o pacote escolhido, ele abrange tratamentos médicos, emergências, consultas odontológicas etc. Para quem contrata, o seguro viagem, em geral, é a melhor opção. Isso porque os valores costumam ser similares e a abrangência de cobertura protege o segurado em uma gama maior de possibilidades, incluindo as não médicas.

Obrigatoriedade do seguro saúde

Existem cerca de 30 países nos quais o seguro saúde é obrigatório para garantir a entrada de turistas. No portal do Itamaraty é possível pesquisar a obrigatoriedade do seguro em cada país. Alguns deles são:

  • Europa: todos os países pertencentes ao Tratado de Schengen (Áustria, Dinamarca, Alemanha, Bélgica, Noruega, Finlândia, Grécia, Islândia, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal, França, Espanha e Suécia) exigem a apresentação de uma apólice de seguro de cobertura mínima de €30.000 para permitir a entrada de turistas;
  • Cuba: o país exige dos turistas a apresentação de apólice de assistência médica com cobertura mínima de U$ 10.000,00;
  • Venezuela: o destino da América do Sul exige cobertura mínima de U$ 40.000,00, englobando assistência médica e repatriação médica e funerária;
  • Austrália: não há estipulação do valor mínimo para a cobertura, embora o país também exija a assistência em viagem para turistas.

O que preciso saber sobre o destino visitado antes da viagem?

Agora você já sabe quase todos os cuidados com a saúde antes de viajar. Nossa aposta é de que a dica final será sua preferida, especialmente se é fã de planejamento e organização. Além de consultar um médico, fazer exames de rotina, atualizar a carteira de vacinação, contratar um seguro viagem e balancear a alimentação antes do passeio, nossa dica final é… pesquisar!

Isso mesmo, você não leu errado! Conhecer a fundo as características, hábitos e costumes do local visitado pode ser, sim, uma medida de saúde. Quer entender melhor o porquê? Então acompanhe os tópicos abaixo.

Mobilidade

Seja na alta ou na baixa temporada, encontrar oportunidades para se movimentar deve ser uma prioridade! Por isso, antes de definir o local de hospedagem no destino escolhido, verifique como funciona a mobilidade no lugar. Sempre que possível, dê preferência a bairros e regiões que permitam o acesso a pé aos principais pontos turísticos da cidade, por exemplo.

Ah! E uma vez de férias, não pense que a rotina de exercícios físicos também entrou em recesso. Faça alongamentos diários, especialmente antes de longas caminhadas, e aproveite momentos de descanso para ativar a circulação das extremidades do corpo (mãos e pés) com movimentos circulares.

Alimentação

Achou que cuidar da alimentação era uma tarefa exclusiva do pré-viagem? Não mesmo! Além do esforço para manter o equilíbrio da dieta no passeio, também é recomendado ter atenção a alguns detalhes durante o período:

  • ao consumir alimentos vendidos na rua, observe a higienização dos produtos e do local de venda;
  • verifique se os alimentos refrigerados estão armazenados corretamente;
  • observe se os cozinheiros e produtores dos alimentos cumprem as regras básicas de segurança alimentar — touca, luvas e cabelos presos são essenciais;
  • caso não haja muitas opções de alimentação no destino escolhido, faça escolhas seguras. Evite alimentos à base de ovo, maionese, peixes, crustáceos, carnes mal passadas ou alimentos crus.

Hospedagem

Se seu roteiro turístico passa pelas melhores praias do país, a saúde pede atenção a mais um ponto: ambientes de praia, em geral, são cercados por coqueiros e matas. Isso faz com que sejam locais propícios para a proliferação de insetos, como mosquitos e pernilongos.

Pode parecer um mero detalhe, mas escolher hospedagens com telas na janela ou véus nas camas é, sim, um dos recomendados cuidados com a saúde antes de viajar — e, garantimos, faz toda diferença!

Temperatura

Outro item que não pode faltar no seu guia de viagem é uma pesquisa sobre a temperatura do destino visitado. Com tais informações em mãos, você será capaz de organizar uma mala muito mais coerente, com roupas adequadas (e itens de proteção, como cachecóis e luvas, em caso de frio, ou chapéus e óculos de sol, em caso de calor) e medicamentos para as eventualidades mais prováveis (como queimaduras de sol ou gripe).

Ter atenção aos cuidados com a saúde antes de viajar é essencial para garantir um passeio tranquilo e livre de preocupações desnecessárias. Afinal, é como diz o famoso ditado: prevenir é sempre melhor do que remediar.

Agora que você terminou a leitura e já sabe quais são os principais cuidados com a saúde antes de viajar, siga a SBTUR no Facebook e no LinkedIn e não perca nossas dicas sobre destinos para visitar e formas de tornar suas experiências ainda mais inesquecíveis!

Ah, e se prepare, pois novidades vêm por aí!

Porque #ViajarFazBem

Powered by Rock Convert
Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert
planejar-feriasPowered by Rock Convert