fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

O hábito de viajar é capaz de proporcionar experiências únicas e que ficam eternizadas na memória. E já que bons momentos devem ser compartilhados, que seja com quem a gente ama. Nisso está a importância de uma viagem em família! 🙂

Afinal, ela estimula a união entre os familiares, pois é uma oportunidade para que juntos, todos possam se divertir e ter um pouco de lazer. Todo mundo precisa disso de vez em quando, não é mesmo? Mas será que você sabe como organizar uma aventura em família? Como escolher o destino ideal? E a parte financeira, como planejar?

Neste guia, vamos responder todas essas perguntas e ajudar você a programar sua viagem em família! Vem com a gente!

Veja como organizar uma viagem em família

A organização é fundamental para ter a viagem dos sonhos, e como ela será em família, por que não reunir os membros para fazer isso juntos? Com a contribuição e a opinião de cada um, com certeza essa tarefa será bem mais fácil e o resultado final será a satisfação de todos. Então, reúna todo mundo e siga as nossas dicas para organizar a próxima aventura!

Escolha o destino em comum acordo

Já que a ideia é viajar juntos, que o acordo comece já na escolha do destino. Portanto, ao escolher para onde ir, liste primeiramente as opções sugeridas por cada membro da família. Nesse primeiro momento vale tudo: montanha, praia ou neve. Há várias opções que atendem bem quem gosta de ambos os ambientes, como destinos na Serra Gaúcha, no paraíso que é o Nordeste ou, até mesmo, fora do país, como Mendoza, na Argentina ou Zurique, na Suíca. Que tal?

Em seguida, definam se querem um local com temperaturas mais altas ou mais baixas. Depois, eliminem aquelas sugestões que sejam menos viáveis ou que as interessem a menos pessoas. Com as alternativas restantes (sugerimos no máximo três), analisem alguns aspectos fundamentais.

A distância é um deles e que vai depender do período disponível para a viagem e da disposição dos familiares para deslocamentos. Portanto, se o tempo para passar alguns dias fora for maior, vocês podem escolher um local mais distante, podendo ser um destino internacional, mas, para férias mais curtas, prefiram destinos mais próximos.

A distância também vai influenciar no meio de transporte escolhido para chegar até lá e no tempo de viagem. Então, definidos quantos quilômetros que estão dispostos a percorrer, vocês devem decidir como vão — se de carro, de avião, de ônibus ou até mesmo de trem. Por que não? Exceto na primeira opção, vocês precisarão pesquisar o valor das passagens.

As atividades oferecidas na localidade e os seus pontos turísticos também são decisivos na hora de escolher o destino. Estamos falando de esportes de aventura, como trilhas, rapel ou tirolesa, por exemplo, e visitas a locais com muita história, como museus, teatros e monumentos. Ao analisá-los, observem se há restrição de faixa etária (principalmente para atividades de risco), se é necessário pagar entrada, os horários de funcionamento etc.

Com tudo isso em mente e ouvidas as opiniões de cada parente, a decisão será democrática e todos poderão sair satisfeitos dessa experiência que estão programando. Essas escolhas em grupo também permitem que vocês curtam a viagem desde a preparação e sintam juntos aquele friozinho na barriga. 😉

Defina qual hospedagem mais agrada a todos

Depois de escolher o destino considerando os detalhes listados acima, é chegada a hora de escolher hotel para família. Aqui, a opinião e os interesses de cada familiar também devem ser levados em consideração.

Afinal, havendo crianças, por exemplo, a presença de playground, quadras de esportes, salão de jogos, além de monitores, serão quase obrigatórias — para que os pequenos possam aproveitar bastante e os pais fiquem tranquilos. Se houver idosos, por outro lado, a acessibilidade no hotel deve ser analisada.

É importante observar o que a hospedagem, que poderá ser um hotel ou uma pousada, oferece em suas áreas comuns, como piscina, sauna, restaurante, sala de cinema etc. Já em relação aos apartamentos, confira a sua estrutura, incluindo o tamanho do espaço, a organização dos móveis, a presença de ar-condicionado ou ventilador, se há armários, frigobar, e se o banheiro é bem montado.

Uma boa dica sobre esse aspecto é observar a localização do apartamento no qual você e sua família vão se hospedar, para ter certeza de que será um local silencioso e tranquilo dentro do estabelecimento. Além disso, para que os casais tenham mais privacidade, vale a pena conferir se há acomodações com quartos conjugados.

Outra questão relevante diz respeito às refeições. Prefira dia diária que inclua café da manhã, almoço e jantar. Trata-se de uma facilidade a mais, principalmente quando se têm filhos pequenos, já que esse serviço completo poupa a família de ter que se deslocar e procurar restaurantes na região.

Também é fundamental observar se a hospedagem fica próxima dos atrativos e dos pontos turísticos que vocês pretendem visitar, ou de praias, cachoeiras, parques, praças, lojas, pista de esqui etc. Caso esses locais sejam um pouco distantes, vale a pena conferir se o deslocamento é fácil ou se há meios de transporte disponíveis que levem a família até eles.

Compre as passagens com antecedência

Se decidirem fazer a viagem de avião, de ônibus ou de trem, lembre-se de comprar as passagens somente depois de decidirem o destino e a hospedagem. Isso porque de nada adianta garantir o meio de transporte, se eventualmente vocês não conseguirem um local para se hospedarem.

Além disso, adquira os tickets de todos os familiares com antecedência de no mínimo seis meses. Dependendo do período da viagem pretendida (se for alta temporada, por exemplo), a procura por eles pode ser grande e, nesse caso, acabam se esgotando rápido.

Então, previna-se adquirindo o transporte o quanto antes, para garantir que todos poderão partir no período desejado. Essa também é uma boa estratégia para que vocês consigam escolher os melhores assentos e possam fazer o trajeto estando próximos uns dos outros.

Outra grande vantagem de adquirir as passagens com antecedência está relacionada ao valor. Isso porque a compra antecipada oferece preços mais baixos e condições de pagamento mais facilitadas. Ainda, quanto mais cedo começar a procurá-las, maiores as chances de encontrar promoções. Isso não é maravilhoso? <3

Crie o roteiro conjuntamente

Atribuir a tarefa de criar o roteiro de uma viagem em família para apenas um dos membros pode ser cansativo para ele e as escolhas podem não agradar a todos. Ainda, reunir todo mundo para escolher os locais a serem visitados faz com que todos se envolvam e se animem com a aventura. Então, a ideia de planejar isso em conjunto também vale aqui.

Vamos combinar que, mesmo reunidos, é complicado atender aos desejos de todos os membros da família em diferentes aspectos. Contudo, isso não significa que não haja uma solução democrática para esse problema. Para que ninguém fique insatisfeito, procure estabelecer, dentro do período de viagem, um dia para fazer o programa que cada familiar quer.

Logo, se alguém curte atividades esportivas, reserve um dia para que todos o acompanhem. Os não praticantes podem somente assistir ou, quem sabe, arriscar praticá-las também. Por outro lado, se o vovô e a vovó quiserem visitar uma igreja, por exemplo, não custa nada tirar um tempinho para ir com eles.

O mesmo vale para museus, teatros, feiras, monumentos etc. O importante é cada um ceder um pouco, conciliando os diferentes interesses, para que todos fiquem felizes e possam se lembrar daqueles momentos com carinho. O espírito de viajar com a família é exatamente esse! 😉

Descubra qual é o destino ideal

A verdade é que o destino ideal vai depender do perfil e dos desejos da sua família. Assim, a escolha deve considerar se há bebês, adolescentes, apenas um casal, membros da terceira idade ou uma família grande. Então, que tal descobrirem qual é esse destino juntos?

Bebês e crianças

A presença dos pequenos na família é um fator que influencia na escolha do local, no sentido de se buscar cidades e hospedagens mais tranquilas, com boa infraestrutura e atrativos para entretê-los. Confira algumas opções e saiba como viajar com bebê ou criança.

Gramado (Rio Grande do Sul)

Essa cidade gaúcha conhecida pelas baixas temperaturas é um destino excelente para os bebês e as crianças, já que atividades para eles é o que não falta por lá. Uma das mais interessantes é a visita ao Mini Mundo, uma exposição com miniaturas de cidades. Ela impressiona pela riqueza de detalhes e também oferece café, lojas de presentes, fraldário, parques e outras atividades.

Outra atração de Gramado que os pequenos vão adorar é o Museu de Cera. Lá, eles vão poder ver e tirar várias fotos com representações de personagens como Harry Potter, Chapolin, Shrek, Mr. Bean, entre outros.

Maragogi (Alagoas)

Famílias com bebês ou crianças precisam de uma praia tranquila e com águas calmas. Para tudo isso, Maragogi é o destino perfeito! A beleza da natureza local encanta os adultos, enquanto que o mar mais parece uma piscina, garantindo diversão com mais segurança para os pequenos.

Além disso, a cidade com pouco mais de 10 mil habitantes é pouco movimentada e não fica tão lotada quanto outros destinos mais comumente frequentados por turistas em alta temporada. Outra vantagem é a infraestrutura local, composta por hotéis de alto nível e bons restaurantes.

Adolescentes

Para os adolescentes, uma viagem inesquecível deve contar com muita aventura e badalação. Assim, a escolha deve levar em consideração atividades ao ar livre e com adrenalina, além de programas noturnos animados. Vamos a algumas sugestões!

Fortaleza (Ceará)

Quando se fala de Fortaleza, é impossível não pensar no Beach Park. Localizado na capital cearense, ele é um dos mais famosos parques aquáticos do Brasil e é sinônimo de muita diversão! Por isso, ele é uma excelente opção para os adolescentes.

Dentro do complexo, eles vão poder curtir toboáguas radicais de até 41 metros de altura, além de vários outros brinquedos e atividades aquáticas. Tudo isso com a máxima segurança, já que há regras para uso dos atrativos, assim como salva-vidas por todo o parque. Há, também, infraestrutura com praça de alimentação, banheiros, lojas e fraldários, para atender a família toda.

Casal

Todo casal merece uma viagem romântica de vez em quando, não é mesmo? E, por mais que a viagem seja em família, nada impede que os pombinhos possam curtir o programa juntos em lugares propícios para isso. A seguir temos algumas dicas de lugares para viajar de casal.

Fernando de Noronha (Pernambuco)

Uma bela paisagem natural é o cenário perfeito para um casal. Melhor ainda se o destino contar com várias delas! Fernando de Noronha, arquipélago pertencente a Pernambuco, oferece tudo isso.

Com praias paradisíacas, a região encanta não só casais, como pessoas de todas as idades. Por isso, ela é excelente para toda a família. Para quem curte conhecer os mistérios do fundo do mar, é possível fazer mergulho e, para os que preferem ficar em solo, as trilhas também proporcionam experiências incríveis.

Bonito (Mato Grosso do Sul)

Conhecido como polo internacional de ecoturismo, Bonito também é uma ótima opção para casais, mesmo acompanhados da família. Afinal, na região há opções de atividades que vão agradar todo mundo.

As águas cristalinas permitem um mergulho fascinante com snorkel. Há, ainda, a possibilidade de conhecer belas cachoeiras e grutas. E, para se sentir verdadeiramente em contato com a natureza, parques e reservas ambientais estão preparados para receber visitantes e proporcionar experiências incríveis!

Terceira idade

As viagens para idosos exigem locais mais calmos e com atividades menos intensas. Também é preciso escolher o destino pensando na facilidade de mobilidade que eles oferecem. Algumas localidades do Brasil atendem bem a esses quesitos.

Caldas Novas (Goiás)

Nada melhor do que águas aquecidas para relaxar, algo que é a marca característica de Caldas Novas. O melhor de tudo é que elas são naturais e ficam no Hot Park, um parque aquático que combina muito bem tranquilidade e diversão. Além disso, ele possui infraestrutura adequada para atender idosos.

Dessa forma, enquanto as crianças e adolescentes se divertem, o vovô e a vovó podem contar com piscinas de águas tranquilas para descansar. Há, ainda, carrinhos elétricos para pessoas com mobilidade reduzida, o que facilita a locomoção dentro do parque. Além disso, a família também pode usufruir de espaços para alimentação.

Holambra (São Paulo)

Se vocês estão buscando programas mais tranquilos, por que não visitar uma feira de flores? Holambra, localizada do Estado de São Paulo, é famosa pela Expoflora, evento que acontece na cidade todos os anos, no mês de setembro.

Além da feira, toda a cidade fica repleta de flores e preparada para receber os turistas. Para o restante da família, há apresentações culturais e até mesmo um parque de diversão na região. Portanto, Holambra é uma cidade bastante democrática, capaz de agradar todas as faixas etárias. Vale a pena conferir!

Família grande

Famílias numerosas precisam de destinos preparados e equipados para receber uma quantidade maior de pessoas de uma só vez. Então, é preciso saber escolher um local em que caiba todo mundo e também que disponha de atrativos para todos.

Penha (Santa Catarina)

Penha, localizada em Santa Catarina, é uma boa sugestão para famílias grandes, por ser uma cidade pequena. Contraditório? Não! Ainda que os parentes não fiquem no mesmo hotel, por lá o deslocamento é facilitado. Mas, mais do que isso, há o maior atrativo da região: o famoso Beto Carrero World, o maior parque temático da América Latina.

Com certeza, esse destino vai agradar a todos os parentes, pois o complexo dispõe de opções para variados gostos e idades. Para quem gosta de adrenalina, há a Big Tower, uma torre de 41 metros de altura para queda livre que proporciona altas emoções, ou a Firewhip, a primeira montanha-russa invertida do Brasil.

Já para crianças e adultos, há brinquedos mais leves, como o tradicional Carrossel Veneziano. Eles também podem curtir apresentações e espetáculos, entre os quais estão o Show Excalibour, no Mundo dos Cavalos, e o Show Acqua, cheio de personagens oceânicos para encantar e estimular a imaginação.

Aprenda a fazer um planejamento financeiro para viajar

É verdade que a viagem a ser feita em família consiste em uma pausa muitas vezes necessária para um merecido descanso, mas isso não significa que você deva usufruir dessa oportunidade sem controlar os gastos. O planejamento financeiro é fundamental — ele garante que tudo correrá bem, que o dinheiro não falte e que os familiares não se afundem em dívidas após a aventura. Saiba como fazê-lo!

Corte gastos desnecessários do dia a dia

O primeiro passo para se planejar financeiramente e fazer a tão sonhada viagem em família é cortar gastos desnecessários do dia a dia. Comece analisando a rotina da casa, fazendo uma lista com a renda total dos membros e os custos diários e mensais.

Depois, elimine gastos com restaurante ou fastfood, pois isso sai caro. Prefira cozinhar em casa sempre que possível! Vocês também podem reduzir o uso de transporte particular por aplicativo, utilizando o transporte público, que é mais barato.

Dentro do lar, estimule o hábito de economizar em atitudes simples, como:

  • reduzir o tempo do banho;
  • ligar a máquina de lavar roupa apenas uma vez na semana;
  • não deixar cômodos vazios com luz acesa;
  • retirar da tomada os eletrônicos que não estejam em uso.

Essas são algumas estratégias que ajudam a diminuir os custos mensais com água e luz. Vocês podem até não perceber, mas isso fará diferença lá na frente. O importante é cada um fazer a sua parte!

Faça uma estimativa do valor da viagem

Não basta economizar e juntar dinheiro, é preciso também saber aproximadamente quanto poderá custar a viagem, até mesmo para descobrir se vocês já têm uma quantia suficiente ou quanto falta para atingir a meta. Então, procurem fazer um orçamento de todos os possíveis custos, incluindo os fixos e os variáveis.

Para isso, vocês deverão somar o valor do transporte, do hotel, das refeições (caso não estejam inclusas na diária), dos passeios, entre outros gastos comuns em viagens. Feito isso, é indicado deixar uma margem de sobra, para casos de imprevistos.

Ao final de todo o planejamento, o ideal é que restem pelo menos 10% da renda familiar. Esse valor pode ser guardado ou aplicado em uma poupança, por exemplo, para que gere rendimentos ao longo do tempo.

Adquira um clube de viagens

Se vocês querem potencializar ainda mais as economias, ter menos gastos, mais conforto e viajar sem dor de cabeça, entrar para um clube de viagens é a melhor solução! Pagando um valor mensal, vocês contarão com hospedagem e atendimento especializado para organizar o passeio. Ou seja, o dinheirinho da próxima aventura estará sempre garantido e vocês não terão que se preocupar com reserva da hospedagem, entre outras burocracias.

Ao contrário do que muita gente pensa, um clube de viagens é bastante acessível, pois há no mercado opções com parcelas que cabem em todos os bolsos. Ainda é possível escolher entre planos com 7, 14, 21 ou 28 dias, de acordo com a disponibilidade e o interesse de cada pessoa! 😉

Além disso, o serviço permite que a família possa viajar mais vezes ao longo do ano. Desso modo, aquele valor que seria destinado a apenas uma viagem será melhor aproveitado, proporcionando mais momentos de descanso. São mais de 10 mil hotéis pelo mundo, ou seja, a cada aventura vocês poderão conhecer um local diferente com a certeza de ter um serviço de qualidade.

Os pacotes de viagens para casal com filhos também são ótimas opções, já que é oferecido todo o suporte necessário para escolher destino e hospedagem mais adequados para cada faixa etária. Isso é que é conforto!

Outra vantagem é contar com uma assessoria completa, que vai desde a compra de passagens, passando pela aquisição de seguro-viagem e indo até o planejamento dos passeios turísticos a serem feitos no local de destino. Vamos combinar que isso poupa um grande trabalho, não é verdade?

Sendo assim, sair um pouco da rotina e conhecer novos lugares é bom e, às vezes, até mesmo necessário. Afinal, viajar permite descansar o corpo e a mente, e, ainda, acumular vivências. Melhor ainda é aproveitar esses momentos de pausa com uma viagem em família — um excelente pretexto para aproximar os familiares.

Para fazer isso da melhor forma possível, as dicas listadas acima são essenciais. Então, reúnam-se e coloquem todas elas em prática, decidindo juntos o destino e a hospedagem, adquirindo as passagens antecipadamente e elaborando o roteiro em conjunto. Lembre-se de considerar a faixa etária dos membros, para que todos sejam contemplados na escolha.

Antes de tudo, é preciso ter em mente que uma viagem em família gera custos. Por isso, é fundamental fazer um planejamento financeiro antes de realizá-la, a fim de evitar desperdícios e permitir que a família aproveite ainda mais. Não só neste, mas em todos os outros aspectos, o pacote de viagens vai facilitar a vida de todos, gerando menos gastos e proporcionando o conforto de ter tudo organizado por especialistas no assunto.

Então, que tal garantir todo esse conforto para a sua família? Entre para o clube de viagens SBTUR e permita-se viver essa experiência!

Powered by Rock Convert
planejar-feriasPowered by Rock Convert