fbpx

Há tanta gente valorizando o ato de viajar, nos últimos tempos, que muitas vezes podemos nos perguntar: afinal, o que estamos perdendo? A resposta é: muito! Conhecer novos lugares, culturas, pessoas diferentes e paisagens jamais imaginadas. Podemos até mesmo pensar em viagens como sonhos — mas acordados! Viajar na terceira idade, então, tem mais benefícios ainda!

O fato é que sair da rotina, descobrir outros lugares ou revisitar aqueles que nos fizeram bem no passado têm efeitos saudáveis, tanto para nossa mente quanto para nosso corpo. E não estamos falando por “achismo”: a Universidade de Cornell, nos EUA, realizou um estudo sobre isso e mostrou que esse tipo de experiência nos faz mais felizes do que ir às compras, por exemplo.

Podemos fazer uma lista das vantagens de se viajar na terceira idade. Vamos a elas? Acompanhe a leitura!

Realizar antigos sonhos

viajar na terceira idade

Há algumas décadas, fazer uma viagem de avião e visitar lugares mais distantes de onde vivíamos era algo quase impossível para quem não tinha muito dinheiro. Você pode pensar que é exagero, mas não havia facilidades, como parcelamento no cartão de crédito.

A expectativa de vida da população também era menor, então não havia muito tempo, mesmo, para aliar todos os compromissos da vida e uma viagem. Portanto, grande parte das pessoas passavam anos planejando realizar esse sonho, sem conseguir realizá-lo.

Atualmente, isso mudou, em especial a expectativa de vida, que nos proporciona uma terceira idade saudável e ativa. Mais do que isso, novas tecnologias, passagens aéreas mais acessíveis, bons planos e clubes de viagens dão a possibilidade de tornar as viagens mais acessíveis a todos.

Melhorar a saúde física e mental

viajar na terceira idade

Viajar traz benefícios em todas as idades, mas a sensação é de que eles são potencializados entre os idosos. Pode ser por conta do conforto da aposentadoria ou da liberdade proporcionada pelo momento mais maduro da vida.
O fato é que viajar na terceira idade revitaliza, levanta a autoestima e a confiança em si mesmo.

Mais do que isso, favorece o desenvolvimento do seu lado cognitivo, tende a aumentar a criatividade, o que faz com que as pessoas melhorem os seus relacionamentos e o seu humor.

O resultado? Viajar na terceira idade ajuda a afastar os fantasmas da depressão e do isolamento social, comuns entre idosos que permanecem inativos e distantes.

Gerar integração social

viajar na terceira idade

Não há melhor forma de criar relacionamentos saudáveis com outras pessoas do que durante as viagens. Elas contribuem para que as pessoas convivam com culturas diferentes, tipos de pessoas que antes poderiam ser desconhecidos ou, até mesmo, desprezados, e proporcionam habilidade com as palavras e os gestos em relação ao outro.

Viajar faz com que as memórias e vivências sejam valorizadas, tanto pelo idoso quanto pelas pessoas com quem ele convive, lançando sobre ele um olhar mais digno e entusiasmado.

Criar novas memórias

viajar na terceira idade

Muitas vezes, associamos a velhice aos esquecimentos ou acabamos vendo os idosos com quem convivemos se prenderem muito às lembranças de histórias já vividas.

Viajar é um verdadeiro exercício para o cérebro, colocando as pessoas em contato com novas experiências, criando memórias vivas e presentes.

Estudo realizado pela Universidade Estadual do Mato Grasso do Sul comprova esse benefício das viagens para as pessoas idosas: as viagens proporcionam o aumento da atividade mental e das nossas funções cognitivas. O que isso significa para o idoso? Ele consegue criar conexões entre a experiência nova e as lembranças do passado.

Melhor do que isso: vai se sentir bem ao voltar para casa e poder contar às pessoas sobre os momentos vividos no lugar que foi visitar, favorecendo a integração social, que já mencionamos.

Manter o cérebro ativo

viajar na terceira idade

Há muitos anos o entendimento da ciência era de que o nosso organismo, a partir de uma certa idade, apenas perdia neurônios, o que tornava o raciocínio e a memória mais lentos. Hoje, sabemos que isso não é verdade. Mesmo na terceira idade, podemos produzir mais neurônios, criar novas memórias e viver melhor até o fim dos nossos dias.

Viajar é apenas uma das atividades que podem ajudar um idoso nessa tarefa de reconstrução contínua da mente. Basicamente, tudo o que faz uma pessoa sair da rotina, experimentar algo novo, percorrer novos caminhos, praticar exercícios, aprender coisas diferentes e adquirir cultura contribui para que o cérebro se mantenha ativo.

Aproveitar os descontos para idosos

viajar na terceira idade

Depois de tantos anos trabalhando, nada mais justo para quem chega à terceira idade do que aproveitar todos os benefícios que são concedidos a ela. Em relação às viagens, por exemplo, o Estatuto do Idoso garante que os ônibus, trens e embarcações devem conceder passagens gratuitas às pessoas com mais de 60 anos com baixa renda.

Isso significa que aqueles que recebem menos de dois salários mínimos podem viajar sem pagar nos ônibus interestaduais, caso haja ao menos duas vagas. Se elas forem preenchidas, a empresa deve dar desconto de 50% do valor da passagem. No caso do transporte aéreo, não existe essa obrigatoriedade, mas algumas empresas concedem descontos, também, aos idosos.

Além disso, há outros benefícios, como preferência no acesso aos aviões, prioridade de sentar-se próximo às portas da aeronave e direito à assistência especial no embarque e desembarque, se a pessoa desejar.

Ao chegar no destino, as pessoas na terceira idade também têm alguns privilégios, como pagamento de meia entrada em shows, peças de teatro, cinemas, museus, entre outros. Cada estado ou município tem uma exigência, mas, em geral, basta apresentar um documento que comprove a idade.

Usar o tempo livre a seu favor

viajar na terceira idade

Se há algo que deixa de existir na vida de uma pessoa que já se aposentou é a pressa. E isso conta muitos pontos a seu favor na hora de escolher o melhor momento para viajar. Afinal, por que pagar o custo mais alto da temporada se você pode viajar em qualquer época do ano para o destino que desejar?

Essa economia vale para tudo: das passagens aéreas mais baratas, dependendo do dia da semana e da época do ano, ao custo de hospedagem. Fora isso, se você não gosta de ambientes muito cheios de turista, visitá-los fora da temporada é a melhor escolha!

Já deu para perceber que viajar na terceira idade só faz bem e que é hora de planejar as suas próximas aventuras com o peito aberto para adquirir novas experiências e conhecimentos.

Isso vai ajudar a manter a sua mente ativa e trazer mais pessoas para o seu círculo de amizades.
Gostou das nossas dicas? Siga nossas páginas nas redes sociais! Estamos no Facebook e Instagram sempre atualizando você com informações sobre bem-estar, qualidade de vida e viagens!

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert