fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

Estar grávida exige da mulher uma série de cuidados essenciais e indispensáveis. Uma gestação é recheada de bons momentos, mas também de algum desconforto e preocupações. Uma delas é quanto à possibilidade de viajar grávida. Mas a resposta a essa dúvida é sim: é possível fazer uma viagem enquanto espera o bebê!

Claro que é preciso ter atenção à gestação mesmo fora de casa. Na verdade, deve haver uma preparação por parte da grávida para pensar em passeios e atividades no roteiro que possam ser praticados pela futura mamãe.

Muitas mulheres podem até descobrir que terão um bebê quando já estavam planejado a viagem, ou mesmo após terem comprado as passagens. Mas com alguns ajustes, a condição de gestante pode facilmente ser adaptada durante o passeio.

Veja algumas vantagens para viajar grávida e continue seu planejamento!

Descubra os benefícios que pode ter ao viajar grávida

Alivia o inchaço

Em qualquer período da gestação (mas, especialmente, no último trimestre) a mulher pode sofrer com inchaço natural do corpo, o que pode provocar, além de desconforto, dores em pernas, pés e lombar. Parte disso acontece por uma retenção de líquidos e é algo muito comum.

Uma das formas de se evitar ou diminuir o inchaço na gestação é por meio de massagens próprias para grávidas e caminhadas leves. Muitos hotéis pelo Brasil oferecem o serviço de massagem. Mas mesmo que não haja, um bom banho de mar ou rio, além de caminhada em orla de praia, facilita muito a circulação sanguínea.

Por isso, destinos de viagem com praias podem ser excelentes para quem vai viajar grávida. Exemplos de lugares assim não faltam o Brasil! Ótimas praias com calçadão para caminhada são:

  • Itapema (SC);
  • Iracema (CE);
  • Copacabana (RJ);
  • Ipanema (RJ);
  • Farol da Barra (BA);
  • Tambaú (PB);
  • Ponta Verde (AL).

Ajuda a reduzir ansiedade e estresse

Viajar grávida pode ajudar a reduzir significativamente os níveis de ansiedade e estresse que são comuns, devido a alterações hormonais. Esses sintomas na gestação devem ser evitados para o bem-estar da mãe e do bebê. Muitas vezes, pode ser desenvolvida a pressão alta gestacional, o que aumenta o risco de pré-eclâmpsia.

As praias que citamos acima são mais urbanas, cheias de turismo e em cidades muito movimentadas. Se o caso for para buscar um destino de viagem com mais tranquilidade, uma boa pedida são cidades de interior no Brasil, que sejam cercadas de natureza. Veja algumas delas:

Proporciona realização pessoal

Com a chegada de um bebê, fica difícil, especialmente no primeiro ano de vida dele, viajar. Muitas vezes, com crianças pequenas, os planos de conhecer algum lugar precisam ser interrompidos, ou até mesmo deixam de acontecer — os imprevistos da vida podem ser muitos!

A busca de realizações pessoais deve continuar nas mulheres. O pensamento que muitas podem ter, especialmente com a queda de hormônios após o parto, é que ela se torna apenas mãe, como se fosse um trabalho integral em que não há mais espaço para seus gostos pessoais. Todo esse pensamento e sentimentos sensíveis podem levar ao quadro de uma depressão pós parto.

A viagem durante a gravidez vai proporcionar realização pessoal, em especial, para quem está na primeira gestação. Conhecer diferentes culturas, culinárias e ter memórias vai dar um ânimo para a mamãe.

Que tal alguns destinos com culinária local diferente da sua? Veja as dicas:

  • Caldas Novas (GO);
  • Belém (PA);
  • Manaus (AM);
  • Canela (RS);
  • Fortaleza (CE);
  • Caruaru (PE).

 Leva ao registro de memórias incríveis

Uma tradição que muitas grávidas seguem é tirar fotos com a barriga. Geralmente, essas fotos são tiradas em estúdios ou em ambientes abertos na própria cidade onde vivem. Mas além de poder contratar um fotógrafo local, podem ser registrados momentos lindos com câmera comum ou do celular durante a sua viagem.

Em qualquer fase da gestação, as fotos podem servir de lembranças para mostrar ao pequeno depois. E uma das coisas mais divertidas é a possibilidade de voltar ao lugar da foto com a criança, em uma viagem em família!

Veja alguns lugares ideais para levar a criança com você:

  • Porto de Galinhas (PE);
  • Natal (RN);
  • Pomerode (SC);
  • Orlando (EUA).

Veja os cuidados que deve ter em uma viagem durante a gestação

Claro que viajar pode ser cansativo, especialmente, para quem é gestante. Por isso, é preciso escolher atividades leves, e ficar longe de trilhas longas, esportes radicais. Além disso, saiba outros cuidados que você deve ter antes de preparar suas malas.

Cheque sua carteira de vacinação

O ideal é ter a carteira de vacinação em dia, independentemente de estar ou não grávida. Caso pretenda viajar, mas ainda não escolheu o destino, evite áreas onde haja casos de doenças endêmicas no período em que você pretende viajar.

De qualquer forma, não deixe de tomar as vacinas recomendadas para gestantes no período correto. Procure levar, por segurança, a sua caderneta de vacina na viagem, caso precise tomar alguma vacina no período em que estiver fora. Tudo isso deve ser acordado com seu médico obstetra antes de sair de casa!

Mantenha cuidados básicos

A hidratação é indispensável para uma gestante, assim como uma boa alimentação. Apesar de alguns destinos que indicamos terem comidas tentadoras, siga as orientações do seu médico e evite exageros. Tenta fugir, também, de comidas muito pesadas em dias muito quentes, pois elas têm maior chance de causar mal-estar.

Leve com você nos passeios garrafa de água mineral e lanchinhos leves e saudáveis para fazer uma pausa e se alimentar. Essa dica vale tanto durante a estadia na cidade quanto no deslocamento, já que alguns voos não oferecem lanches e a espera em aeroporto pode ser longa.

Tenha medicamentos com a orientação médica

Os enjoos podem surgir em qualquer período da gestação. Apesar de serem, normalmente, mais frequentes no primeiro trimestre, eles ainda podem acontecer nos outros meses. Também, ao provar comidas novas, pois não se sabe como o corpo gestacional vai reagir.

Em consulta médica prévia, vale perguntar se é possível que você tome algum medicamento e qual, em caso de enjoos e diarreias. Nunca se deve usar remédios sem prescrição do médico obstetra. A dose correta também deve ser respeitada.

Apesar de ser possível viajar grávida, e, como vimos, com vários benefícios, esse lazer deve acontecer somente com o aval médico. Os exames devem estar em dia e, se não for possível fazer algum, pois estará fora, combine com seu médico a data para fazer. 

Gostou de saber que é possível viajar grávida? Compartilhe nas suas redes sociais para que outras pessoas descubram também! 

planejar-feriasPowered by Rock Convert