fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

Quem ama os animais de estimação não deixa de levá-los para aproveitar os bons momentos em família, mesmo quando isso envolve algumas horas dentro do veículo com esse parceirão, não é mesmo? Mas, afinal, como viajar com cachorro de carro sem tirar o conforto de quem vai junto e sem que ele fique estressado na estrada?

Existem alguns truques para fazer isso com segurança e tranquilidade para todos. Há, também, algumas regras que devem ser respeitadas para que não haja problemas. É o que mostraremos neste post. Se você ama viajar com a família completa, não deixe de seguir as nossas 7 dicas! Boa leitura!

1. Coloque uma placa de identificação

O primeiro ponto a se considerar ao viajar de carro com cachorro é que essa não é uma situação comum na vida dele. Por isso, pode ser que ele tenha atitudes diferentes daquelas com as quais você está acostumado. Uma delas pode ser sair em disparada ao abrirem a porta do carro em uma parada (o que pode ser até um sinal de alegria, pela sensação de liberdade, não é mesmo?).

Mas já pensou passar por uma situação dessas e perder o seu animal de estimação na estrada? Uma boa dica, então, é identificá-lo usando uma placa com o nome dele e os seus principais dados de contato. Assim, quem encontrá-lo poderá devolver com mais facilidade.

2. Use o banco de trás e com cinto de segurança

Existem regras determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro e que devem ser seguidas tanto para a proteção do seu pet quanto para a de todas as pessoas dentro do carro. Uma delas é que não podemos levá-los no banco da frente do passageiro e muito menos no colo do motorista, entre as pernas e os braços ou mesmo no chão.

O jeito certo de levar seu cachorro na viagem é no banco de trás, preso ao cinto de segurança. Para isso, você pode usar uma caixa de transporte, o cinto adaptado para pets ou uma cadeirinha própria para eles. Só não vale deixar o cão solto e nem com a cabeça para fora da janela. Apesar de parecer divertido, essa é uma atitude bastante insegura, que põe em risco a vida do seu parceiro animal.

3. Leve-o ao veterinário antes da viagem

Seu cachorro tem algum problema de saúde que pode ser agravado durante a viagem? Se for o caso, vale a pena consultar o veterinário com alguns dias de antecedência. Assim, ele poderá receitar os remédios para que não faltem durante o passeio. Além disso, com essa avaliação prévia, há menos chances de acontecer alguma coisa grave, que possa atrapalhar a diversão de todos, certo?

Outra coisa que pode ser interessante na ida ao veterinário é pedir a ele que indique formas de manter o seu pet mais tranquilo durante o trajeto. Afinal, se ele não estiver acostumado a longos passeios de carro, pode ficar muito estressado e, até mesmo, machucar-se.

4. Tenha as vacinas em dia

Essa é uma dica que serve para todos os momentos da vida do seu animal de estimação, mas, antes de uma viagem, pode ser ainda mais importante. Verifique se a desvermifugação, o antipulgas e as vacinas estão em dia para que a saúde de todos não seja comprometida durante o tempo que passarão fora.

5. Acalme o animal antes da viagem

Nem sempre é fácil manter o cachorro quietinho e tranquilo dentro do carro por muito tempo, não é mesmo? Afinal, eles gostam de brincar e de gastar energia correndo por aí. Mas há algumas formas de ajudar a deixar o seu pet menos estressado. Uma delas é dando um bom passeio pela rua antes de colocá-lo dentro do carro. Assim, as chances de ele se cansar e dormir por um tempo durante o percurso são maiores.

Outra boa dica é levar para o carro a caminha onde ele está acostumado a se deitar. Essa é uma forma de fazer com que ele se sinta mais “em casa” dentro do veículo, pois sentirá mais segurança ao deitar-se em um lugar com o qual já está acostumado. Por fim, tente viajar em um horário em que normalmente ele estaria descansando.

6. Faça paradas para o xixi

Se adultos e crianças precisam fazer algumas pausas durante longos trajetos, tanto para ir ao banheiro quanto para esticar um pouco as pernas e renovar as energias, imagine o seu cachorro. O ideal, portanto, é que você programe pequenas pausas ao longo da estrada para que todos, incluindo o seu pet, possam fazer xixi, beber água e relaxar um pouco da viagem.

Essas paradas podem ocorrer a cada duas horas, por exemplo, ou de acordo com os hábitos do seu animal de estimação. Não se esqueça de verificar, porém, se os lugares onde você costuma parar para comer são pet friendly.

7. Monte uma mala para o pet

Seu cachorro também precisa de alguns acessórios para se sentir bem quando vocês chegarem ao destino. Portanto, será preciso fazer uma mala para ele, na qual você poderá levar a caminha, os brinquedos de que ele mais gosta e uma cobertinha, em especial se for para algum lugar mais frio em comparação ao local onde vocês moram.

Outro item importante é a ração. Afinal, nem sempre encontramos, nas lojas de outras cidades, a comida da marca e do tipo que ele costuma comer, certo? Coloque, também, os potes de água e de ração e um kit de higiene, com toalhas e shampoo para pets, caso ocorra um imprevisto.

Por fim, quando for ao veterinário, aproveite para pedir a ele que indique medicamentos e itens que possam ser necessários se houver uma emergência. Aqui, podemos incluir remédios para evitar enjoo, para alergia e para ferimentos.

Viajar com cachorro de carro, certamente, será uma diversão para todos os que amam esse parceiro. Além disso, evita preocupações com a situação dele enquanto vocês estão longe de casa. Mas saiba que é preciso fazer um bom planejamento para que tudo dê certo. Por isso, é bom pesquisar o destino da viagem para garantir uma estadia tranquila com o cachorro.

Viu como é possível levar seu pet no carro para as suas viagens? Aproveite que está pesquisando sobre o assunto e leia, também, nosso post sobre hotéis que aceitam cachorros.

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert