fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

Muitas pessoas amam embarcar em novas aventuras, pelo Brasil e pelo mundo, e aguardam ansiosamente a chegada de suas férias para que um novo destino possa ser riscado de sua lista e para que possam conhecer um novo lugar.

No entanto, não é todo mundo que consegue tirar férias prolongadas, sendo que é cada vez mais comum que as empresas incentivem que esses dias sejam tirados aos poucos, em períodos mais curtos. Já outros locais de trabalho estão mudando a forma de contratação e nem sempre as férias fazem parte dos acordos entre chefes e funcionários.

Para os amantes de viagens, férias menores não significam um impedimento de viajar para conhecer novos destinos e lugares. É possível simplesmente optar por viagens curtas, com duração de menos dias e para destinos que ficam um pouco mais perto de sua residência.

Existem muitas vantagens em fazer uma viagem curta. A principal é, provavelmente, ter em mãos a possibilidade de conhecer um novo lugar sem precisar esperar até a chegada das férias e sem precisar dispor de uma grande quantia de dinheiro, já que o tempo fora de casa é menor.

As viagens curtas permitem que amigos e famílias se reconectem e entrem em sintonia com a natureza, relaxando e repondo as energias.

Para que você saiba mais sobre viagens curtas, elaboramos o guia abaixo, com todas as informações sobre as vantagens das viagens curtas, o que é preciso fazer para se organizar para uma viagem curta e os principais destinos do Brasil para conhecer. Confira!

Conheça 3 vantagens que só viagens curtas podem proporcionar

Além de não precisar esperar até a chegada das férias anuais para conhecer um novo lugar, existem algumas outras vantagens que fazer uma viagem curta pode trazer ao viajante. Veja abaixo quais são elas.

1. Conhecer novos lugares

Um verdadeiro amante de aventuras adora conhecer novos lugares. Não importa se isso é feito em viagens curtas ou em processos que duram meses e mais meses. O verdadeiro objetivo é conhecer o máximo de pontos turísticos e cidades possível.

A vantagem de fazer uma viagem curta é que ela torna viável conhecer novos lugares em um menor período de tempo. Ainda que a pessoa não passe vários dias por lá, ela já terá um gostinho de como é o destino e do que ele tem a oferecer aos amantes de viagens.

2. Fugir da rotina

Todo final de semana é a mesma coisa — você arruma a casa, cozinha e prepara-se para a semana que está por vir, lavando as roupas, passando-as e guardando no lugar? A vida não precisa ser assim.

Fazer viagens curtas é a melhor forma de aproveitar para sair da rotina e jogar-se em uma nova aventura.

Sua viagem curta pode acontecer para o interior de seu estado natal, oferecendo a chance de conhecer cidades vizinhas que estão a poucas horas de carro, ou pode ser, até mesmo, para outro estado. É possível viajar poucas horas de avião e estar em um local novo e completamente diferente, que pode ser explorado em dois ou três dias. Fuja da rotina e comece já a pensar em sua próxima viagem curta.

3. Repor as energias

Se você se sente cansado e somente dormir não é o suficiente para recarregar as suas energias, talvez precise de uma viagem curta para voltar aos eixos.

Muitas vezes, uma viagem curta permite que saiamos de nossa rotina e entremos em contato com a natureza. Seja para andar descalço em uma praia ou em uma floresta, seja para sair da nossa zona de conforto, relaxar em um ambiente novo pode ser o suficiente para ajudar a repor nossas energias para novos dias de trabalho e estudo.

Agora que você já sabe quais são as vantagens de fazer uma viagem curta, descubra por que é preciso se organizar para embarcar em uma aventura como essa!

Entenda por que você precisa se organizar

Por quantos dias posso viajar? Quanto tempo leva para chegar ao destino que quero visitar? Devo ir de carro ou de avião? Quais são as principais atrações desse destino? É possível conhecê-lo por completo nos dias que tenho disponíveis? Em que hotel devo me hospedar?

Essas são algumas dúvidas que passam pela cabeça de alguém que está prestes a embarcar em uma viagem curta e, para ter todas essas respostas na ponta da língua, é preciso se organizar e fazer algumas pesquisas.

Em uma viagem curta, a organização torna-se ainda mais essencial do que em uma viagem de maior duração. Isso porque é preciso levar em consideração os itinerários e o tempo que se leva de um ponto a outro no destino que você escolheu visitar.

Afinal de contas, ninguém quer viajar 6 horas de carro para ficar apenas 3 horas em um determinado destino e, depois, ter que encarar mais 6 horas de carro no retorno para casa.

É preciso levar em consideração quanto tempo se levará até esse destino e também se vale a pena enfrentar essa jornada toda por apenas dois ou três dias de aventura. Por vezes, ir de avião pode acabar por ser mais barato, se você colocar, na ponta do lápis, os valores gastos com a revisão do veículo e a gasolina.

Também leve em consideração o cansaço do motorista e se ele poderá dirigir nos trajetos de ida e volta sem maiores prejuízos.

Se você viajará em um período de feriados prolongados e coletivos, leve em consideração que os lugares poderão estar com uma lotação acima da média. É comum que, em cidades históricas, por exemplo, alguns museus fechem ou recebam apenas uma determinada quantidade de pessoas por dia, encerrando seus trabalhos após esse limite ter sido alcançado.

A organização é necessária para que todos os fatores sejam levados em consideração na hora de tornar a sua viagem de curta duração um verdadeiro sucesso. A seguir, confira algumas dicas que vão ajudá-lo no processo de organização.

Saiba como se organizar em alguns passos para fazer sua viagem

Organize seu orçamento

Pode ser uma tarefa complicada definir um orçamento para uma viagem. Para viagens curtas, no entanto, isso pode ser um pouco mais simples, já que o número de refeições a serem feitas e de atividades a serem desenvolvidas é um pouco menor.

O baixo custo operacional é uma das grandes vantagens de viagens curtas. Nelas, você pode aproveitar o que há de melhor em um destino, sem precisar separar uma parte considerável do orçamento para tanto. No Brasil, existem também diferentes destinos que são perfeitos para viagens curtas e que oferecem possibilidades de preços que têm diferentes graus de acessibilidade.

Uma boa forma de aumentar o número de viagens curtas que você pode fazer é cadastrando-se em um clube de viagens. Ao fazer parte de um clube de viagens, você paga um determinado valor em dinheiro de forma mensal. Esse valor pode ser convertido em diárias em diversos hotéis, localizados de Norte a Sul do país e, até mesmo, fora do Brasil.

Você começa a pagar e, assim que decidir viajar, já pode selecionar seu hotel favorito no destino que deseja conhecer. Depois disso, é só embarcar!

Prepare um roteiro

Uma vez que você já sabe o destino para onde viajará e o orçamento que tem à disposição, é hora de preparar um roteiro que seja abrangente e que leve em consideração os itinerários de deslocamento.

Se você conhecerá uma cidade que fica a cinco horas de carro daquela onde mora, ao chegar ao destino, poderá precisar descansar por alguns instantes, antes de se lançar para uma aventura local. Leve em consideração os itinerários de deslocamento e, se você viajará em um feriado prolongado, considere também que há a possibilidade de pegar trânsito entre um ponto e outro.

Algumas cidades pequenas, por mais que sejam turísticas, não abrem certos museus e pontos turísticos em determinados horários e datas, por isso, pesquise antecipadamente, ao montar seu roteiro, para não dar de cara com a porta.

Avalie passeios alternativos, caso haja chuva no dia de sua viagem, e também considere a possibilidade de reservar um dos três dias de sua viagem curta para ficar em seu hotel, descansando. Como as viagens curtas costumam ser feitas em meio à rotina, muitas pessoas podem se cansar, e reservar um dia para curtir o hotel e suas instalações, como a piscina, pode ser uma boa opção para quem quer fazer viagens curtas com o objetivo de recarregar suas energias.

Descubra que meio de transporte utilizar

“Será que vale a pena mesmo ir de carro para esse destino?”. Essa é uma das perguntas que você precisa fazer a si mesmo ao organizar suas viagens curtas.

O avião é o meio de transporte mais rápido que temos à disposição no Brasil. Se, para ir de São Paulo ao Rio de Janeiro, de carro, é preciso dispor de mais de 7 horas, de avião, esse trajeto é reduzido para cerca de 40 minutos.

Todo esse tempo “economizado” no trajeto resulta em mais tempo para desfrutar do destino que você deseja visitar, por isso, em uma viagem curta, escolher o meio de transporte correto é essencial para o sucesso dessa aventura.

Muitas cidades brasileiras têm aeroporto no destino final, sendo que, nelas, é possível encontrar também boas hospedagens, que fiquem perto dos destinos turísticos, sem que haja a necessidade de longos deslocamentos de carro ou de ônibus.

Se você viajará com toda a família ou em um grupo grande de amigos, é essencial colocar, na ponta do lápis, os gastos com aluguel de carro, revisão e manutenção. Por vezes, pode ser mais barato ir de avião do que ir de carro. Fique de olho nas promoções de passagens e aproveite-as para fazer também viagens curtas.

Arrume as malas

A hora de arrumar as malas é importante, já que todo mundo quer usar suas melhores roupas e estar bem arrumado durante suas férias. A verdade é que, em uma viagem curta, a mala acaba sendo mais fácil de ser montada, já que a quantidade de dias de viagem é menor do que em uma viagem longa, por exemplo.

No entanto, é preciso atentar que, provavelmente, não haverá tempo para lavar suas roupas, e você precisará ter, à disposição, peças que lhe permitam passar todos os dias com conforto e tranquilidade.

Se você vai de avião, pode ser mais barato levar apenas uma mala de mão, o que é comum para os que fazem viagens curtas. Atente, também, ao tamanho de sua bagagem e não exagere na quantidade de peças, para não carregar peso em excesso.

Selecione uma hospedagem

Uma boa hospedagem é tudo que os optantes por viagens curtas precisam ter para serem felizes. Um hotel em uma localização central na cidade que eles desejam conhecer pode apresentar uma grande vantagem e facilitará muito, já que o tempo de deslocamento até as atrações turísticas será reduzido consideravelmente.

Outra boa dica para selecionar a hospedagem é sempre escolher um hotel mais bonito do que sua casa ou um hotel com algum atrativo adicional, como um belo jardim ou uma incrível piscina.

Muitas vezes, ao embarcarmos em uma viagem curta, estamos quebrando a nossa rotina, o que pode resultar em uma sensação de cansaço. Se você está hospedado em um hotel mais bonito do que a sua casa, não se sentirá culpado em optar por passar um dia inteiro nele, sem sair para conhecer os pontos turísticos locais.

O clube de viagens, mencionado acima, pode facilitar imensamente a etapa de seleção de uma hospedagem para a sua viagem curta. Isso porque os hotéis que integram um clube de viagens são previamente selecionados para que o viajante possa ter a melhor experiência possível.

Quem é membro de um clube de viagens pode, ainda, ter a vantagem de selecionar os hotéis em que deseja se hospedar de acordo com o seu perfil de viajante. Famílias e pessoas que viajam a trabalho, por exemplo, podem escolher a partir de um portfólio já definido com hotéis de alta qualidade.

Descubra os melhores destinos para uma viagem curta no Brasil

Abaixo, deixaremos alguns dos melhores destinos para quem quer começar a fazer viagens curtas pelo Brasil. Confira!

Paraty (Rio de Janeiro)

A pacata Paraty é um vilarejo de pescadores localizado no sul do estado do Rio de Janeiro. Ela é repleta de casinhas em estilo colonial, com ruas ainda pavimentadas com paralelepípedos, o que lhe dá um charme único.

Todo ano, Paraty atrai milhares de visitantes que vão para lá no Festival de Literatura Internacional de Paraty (FLIP).

Fora da agenda da FLIP, Paraty oferece praias incríveis para quem quer relaxar em meio ao sol e ao mar, como a Praia do Sono e a Praia do Jabaquara.

Outro ponto de interesse local é a Casa de Cultura de Paraty, localizada no Centro Histórico, que oferece programações culturais variadas. Há, ainda, dois Sescs na cidade, além do Museu de Arte Sacra e de igrejas, construídas em variadas épocas da história.

É possível explorar bem a cidade em até três dias e, para chegar até lá, são necessárias, aproximadamente, 4 horas de carro, saindo do Rio de Janeiro (RJ).

Campos do Jordão (São Paulo)

Localizada aos pés da Serra da Mantiqueira, Campos do Jordão chama atenção pelo seu clima ameno e por sua arquitetura com ares europeus.

A cidade apresenta excelentes opções de hospedagem, além de restaurantes incríveis, que servem diferentes tipos de fondue. A grande maioria fica no centro, no bairro chamado de Vila dos Ingleses.

Como atrações, há alguns lugares, por exemplo, a Ducha de Prata, os Jardins Amantikir e o Bosque do Silêncio. Há, também, opções de atrações naturais, como trilhas e cachoeiras, para os que desejam um turismo mais de aventura.

Pacata, Campos do Jordão é uma das melhores alternativas para ser explorada em dois ou três dias. Saindo de São Paulo, capital, são necessárias, aproximadamente, duas horas para chegar até lá.

Gramado (Rio Grande do Sul)

Saindo da capital do estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, são necessárias pouco mais de duas horas de carro para se chegar até Gramado, um dos destinos mais atraentes da Serra Gaúcha.

Gramado tem atrações para todas as idades, e quem viaja com criança, provavelmente, preferirá fazer uma viagem um pouco mais longa, de cinco a seis dias, para conhecer bem todos os lugares que são oferecidos aos pequenos, como o Parque dos Dinossauros, a Aldeia do Papai Noel, o Mundo a Vapor, o Snowland e o Mini Mundo.

Quem viaja com os amigos ou está fazendo uma viagem romântica pode conhecer os principais pontos em apenas dois ou três dias, sem maiores problemas.

Entre os principais atrativos de Gramado, temos o Alpen Park, o Museu de Cera, o Parque de Lavanda, a Fábrica de Chocolates, o Museu do Automóvel, o IceBar, a Rua Torta e muito mais.

Florianópolis (Santa Catarina)

Florianópolis é uma das cidades mais lindas de todo o Brasil. É claro que ficar muitos dias nesse local pode ser o melhor para desfrutar de todas as praias que a Ilha da Magia tem a oferecer, no entanto, apenas três ou quatro dias são suficientes para conhecê-la inicialmente.

Em uma viagem a Florianópolis, é possível dividir a aventura em dois dias para as praias e dois dias para as outras atrações turísticas.

Você pode visitar algumas praias, como a Praia da Daniela, a Praia da Galheta e a Praia dos Ingleses, mas também pode conhecer o Palácio Cruz e Souza, o Museu Histórico de Santa Catarina, a Ilha de Anhatomirim e seu forte e o Mercado Municipal de Florianópolis.

Ouro Preto (Minas Gerais)

A cidade de Ouro Preto é uma preciosa joia que ajuda a recontar a história do Brasil. Ela foi criada como uma resposta à mineração do período colonial e, até hoje, suas ruas e a arquitetura de seus prédios ajudam a entender melhor esse período de formação do Brasil.

É possível conhecer bem Ouro Preto em uma viagem de dois a três dias de duração. Ela está localizada a cerca de 1h30 de carro, saindo a partir de Belo Horizonte.

Em Ouro Preto, é possível conhecer enormes igrejas que têm um interior todo adornado com ouro e pedras preciosas extraídas por lá. É o caso da Igreja de São Francisco de Assis, da Basílica Matriz de Nossa Senhora do Pilar e da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

É possível descobrir mais sobre o movimento da Inconfidência Mineira no Museu da Inconfidência, que, no passado, serviu como prisão para Tiradentes e outros inconfidentes. Ele está localizado na Praça Tiradentes, que conta com um enorme monumento em seu centro, dedicado ao mártir.

Há, ainda, o Museu Casa dos Contos, que era o local onde o ouro extraído era pesado, e os impostos eram aplicados. É ali que é possível descobrir um pouco da história que levou ao movimento da Inconfidência.

É possível conhecer minas de ouro antigas, que hoje estão desativadas, fazendo tours por dentro delas e conhecendo determinados pontos, como a Mina do Chico Rei, a Mina de Ouro da Passagem e a Mina Du Veloso.

Outros pontos de interesse de Ouro Preto incluem o Museu do Aleijadinho, a Casa de Tomas Antônio Gonzaga e o Museu Casa de Alphonsus Guimarães.

Vila Velha (Espírito Santo)

Vila Velha é uma cidade vizinha à Vitória, capital do estado do Espírito Santo. Quem viaja até lá pode desfrutar de atrações turísticas bem legais, que podem ser exploradas durante dois ou três dias, em uma viagem curta.

É possível conhecer alguns lugares, como o Convento da Penha, localizado no Morro da Penha, o Palácio Anchieta e o Museu da Vale.

Localizada na costa, Vila Velha também tem praias incríveis, como a Praia de Itapoã, a Praia de Coqueiral e a Pedra da Sereia.

Com tantos destinos à disposição, agora, é só embarcar em viagens curtas incríveis por todo o Brasil!

Neste momento, você já sabe tudo sobre viagens curtas e também já descobriu quais lugares do Brasil são perfeitos para uma aventura que dura de dois a quatro dias, então, que tal saber mais sobre a SBTUR? Com o clube de viagens da empresa, você poderá aumentar consideravelmente as vezes em que viaja durante o ano, tendo, à disposição, um grupo de hotéis e hospedagens que oferece vantagens singulares ao viajante. Descubra mais aqui!

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert