fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

O Brasil tem uma diversidade de destinos turísticos muito grande, desde lugares tranquilos para conhecer, cercados por vegetação abundante, até nossas praias, tão buscadas e conhecidas mundialmente pela beleza. É comum encontrar também piscinas naturais no Brasil. Elas são ideais para quem gosta de relaxar com águas mais calmas, para quem tem algum problema físico no corpo e para crianças, idosos e gestantes.

Ou seja, as piscinas naturais no Brasil podem agradar a todos! Confira algumas das melhores e comece a planejar a sua viagem!

1. Gruta do Lago Azul

Começamos a nossa lista quebrando a ideia de que somente praias têm piscinas naturais! Na cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, podemos encontrar o Lago Azul. Ele fica na profundidade de uma gruta, mais precisamente em uma caverna de calcário.

Para chegar até esse belo visual, é preciso descer uma grande escadaria, equivalente ao tamanho de um prédio. Além disso, o caminho, por dentro de mais de 100 metros de mata, também torna a atividade mais aventureira.

2. Lençóis Maranhenses

Formado por dunas de areia branca, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um verdadeiro oásis! Belo com o tom de azul, tem diversas piscinas naturais ao longo de sua extensão, formadas pelo ciclo de chuvas.

Ele pode ser acessado pelas cidades de Barreirinhas ou Santo Amaro do Maranhão. É preciso estar atento à época certa para viajar para os Lençóis Maranhenses — e essa época é entre o começo de julho e a primeira quinzena de outubro.

Depois da primeira quinzena de outubro, as piscinas naturais começam a secar e permanecem assim até janeiro, quando começam as chuvas fortes o suficiente no lençol freático para enchê-las. Essas chuvas duram de janeiro até maio ou junho, alternando em um tempo instável.

3. Porto de Galinhas

No município de Ipojuca, próximo à Recife, em Pernambuco, está a praia de Porto de Galinhas, que, além de linda e com águas calmas e transparentes, tem também lindas piscinas naturais no Brasil. Porto de Galinhas tem uma vida marinha em plena atividade, convivendo com os turistas.

Nas piscinas naturais de Porto de Galinhas, é possível estar junto a cardumes e outros animais marinhos nos corais. Em alguns casos, é preciso usar sandálias para proteger os pés dos corais e possíveis ouriços. Para ir da praia principal até as piscinas, usa-se uma jangada.

As temporadas de primavera e verão são as melhores épocas para visitar as piscinas naturais de Porto de Galinhas. Mais precisamente, entre os meses de setembro e março, pois, entre abril e agosto, entra a época da instabilidade no clima e das chuvas.

4. Loquinhas

Outro exemplo de piscinas naturais no Brasil com água doce podemos achar no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, em Goiás. O circuito de Loquinhas conta, na verdade, com 18 cachoeiras e lagoas, com águas em tons de verde e perfeitas para banho. Todo o trajeto é feito por trilhas estruturadas e com presença de guia.

Para chegar ao circuito de Loquinhas, basta ir até a cidade de Alto do Paraíso e entrar na Rua do Segredo, que fica apenas a uma distância de 4 km do centro da cidade. Ou seja, acessibilidade e fácil até mesmo sem guia turístico para a primeira cachoeira!

No caso dessas piscinas naturais de Loquinhas, o melhor período para viajar é entre os meses de setembro e outubro. É quando as piscinas naturais estão com uma boa quantidade de água devido às chuvas, mas essas já não apresentam temporais, deixando o tempo mais firme e seguro para banho.

5. Jalapão

O Parque Estadual do Jalapão, no estado do Tocantins, abriga algumas áreas que foram pouco tocadas pelo homem, sendo um verdadeiro presente da natureza! São estimados cerca de 20 fervedouros e várias quedas d’água que formam algumas das piscinas naturais mais lindas do Brasil.

Os fervedouros são poços grandes de nascentes vindas do subsolo. A pressão da água que vem de baixo é tanta que não é possível afundar. Logo, os fervedouros são lugares seguros para banhos. Cobertos com uma vegetação abundante e verde, tornam a experiência única e inesquecível.

Geralmente, o Tocantins é quente o ano inteiro, devido ao tipo de clima, que é tropical seco. O melhor período para visitar o Parque Estadual do Jalapão é entre maio e outubro. Mais precisamente, entre agosto e outubro, o clima já volta a ser mais quente, passando dos 30 graus, e as chuvas já cessaram, deixando as águas perfeitas para banho.

6. Taipu de Fora

Localizada em Maraú, na Bahia, Taipu de Fora tem uma grande piscina natural, mas que, para aproveitar, é preciso saber o horário em que a maré está mais baixa, que geralmente é pela parte da manhã. Com a maré mais baixa, a piscina se forma mais claramente.

Por ter uma grande extensão, a piscina natural de Taipu de Fora pode permitir diferentes pessoas fazendo mergulho, divertindo-se e relaxando ou, ainda, fazendo Stand Up Paddle.

A grande diferença de Taipu de Fora para várias outras piscinas naturais no Brasil é que não é preciso haver deslocamento da praia principal até a piscina. Em Taipu de Fora, primeiro, vem a piscina e, depois, mais à frente, a praia em si.

7. Maragogi

Considerada o Caribe brasileiro, a cidade de Maragogi tem algumas das praias mais bonitas do Brasil. E ainda, devido à sua formação e à ação das chuvas, algumas piscinas naturais são formadas, tornando essa uma experiência ainda mais prazerosa para quem gosta de relaxar.

Recheadas de corais, as piscinas naturais de Maragogi, em Alagoas, são chamadas de galés e têm três que são mais visitadas, com um barco levando o turista entre uma e outra. Uma vez nelas, os turistas podem fazer mergulhos entre os cardumes e aproveitar as águas do lugar.

Você deve ter percebido que falamos sobre a época certa para conhecer algumas das piscinas naturais no Brasil. Isso porque, em nosso país tropical, há alternâncias do ciclo da chuva, mesmo em estados que são próximos um do outro. Isto é, é preciso se planejar com bastante antecedência, tanto em relação ao destino quanto em relação ao período do ano da viagem.

Este post foi útil? Que tal receber mais dicas diretamente no seu e-mail? Para isso, basta assinar a nossa newsletter!

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert