fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert

Fizemos um guia viagem sobre Lages,que combina clima, belezas naturais, boa gastronomia e hospitalidade, sendo um dos destinos catarinenses muito procurados no inverno, principalmente pelo seu turismo rural. Vamos contar um pouco da história da cidade que ganhou o apelido carinhoso de princesa da serra e indicar os melhores lugares para visitar. Acompanhe.


No começo dos anos 80, os fazendeiros abriam suas propriedades para turistas, como forma de complemento de renda. Foi assim que Lages deu início ao que chamamos de turismo rural, sendo a primeira cidade na época no Brasil a começar com estas atividades. Atualmente, além de pousadas e hotéis fazenda, Lages encanta com seus vários lugares para comer bem, além de pontos turísticos e festas sazonais.

Turismo pela cidade

O Parque Jonas Ramos é chamado pelos moradores de “Tanque”. Por volta de 1771, o fundador da cidade, Correia Pinto, teria pedido para construir um tanque que iria aproveitar quatro ou cinco fontes naturais que existiam na região na época, para que as mulheres pudessem lavar suas roupas sem serem incomodadas por animais selvagens ou até índios. 

O local é conhecido como Monumento às Lavadeiras, como homenagem prestada. No parque, existe um Centro Ambiental, com espécies nativas da fauna serrana, com aproximadamente mil carpas vermelhas.

 O local abre em horário comercial e pedalinhos para passeio estão disponíveis, estes, funcionando aos finais de semana. É necessário conferir como está a possibilidade de visitação para o segundo semestre de 2020. 


A Catedral Diocesana, com arquitetura que chama muita atenção não somente de turistas, mas dos próprios moradores, por sua história e beleza, foi construída em pedra pelos padres franciscanos, em estilo neogótico. Vieram sete projetos arquitetônicos da Alemanha, para que um deles fosse escolhido e a obra executada. Na época, o Frei Egídio Lother, foi quem assumiu o projeto como arquiteto construtor. Seus vitrais foram importados também da Alemanha.

 Dentro da Catedral, o destaque é para o altar-mor, esculpido em estilo gótico, este que encanta profissionais da área, por conta de suas paredes altas e leves, no verticalismo, as janelas verticais com arcos, as torres ornamentadas com pequenas rosáceas e detalhes em pedra, teto abobadado e telhados em forma de pirâmides multifacetadas. 

Os sinos também vieram da Alemanha, um de seus badalos tem nota dó e o menor, nota sol. Estão inclusive, entre os sinos mais pesados no mundo, sendo que o maior tem 1520 kg e o menor 610 kg. 30% do valor da obra foi para os sinos. Quase tudo foi financiado pelos fazendeiros da época. Turistas comentam que ao entrar na Catedral, sentem-se em paz pelo jogo de luz dos vitrais e toda estrutura muito bem feita, que enche os olhos.


Construída nos anos 2000, a Escadaria do Morro da Cruz possui quinhentos degraus homenageando a descoberta do Brasil. Este é conhecido como o Mirante Observatório de Lages. Aconselhamos nossos viajantes visitar durante o dia e em grupos, de preferência, com algum morador da cidade. Infelizmente, pode ser perigoso em alguns períodos, como a noite, subir todas as escadas do Morro. Mas vale muito a pena, pois a vista é fantástica. Curiosidade: antigamente, as pessoas costumavam, nas sextas-feiras da paixão, de colher marcela antes do pôr-do-sol, quebrando jejum com piqueniques lá no alto. 


Para quem pratica pesca e esportes náuticos, o Salto do Caveiras, é uma extensão verde com cachoeira artificial, camping e um trapiche enorme. É um lugar ideal para passar um dia com amigos e família em meio à natureza e fazer um passeio de caiaque. A trilha da cachoeira do Caveiras é recomendada aos viajantes que estão com ótimo condicionamento físico, pois ela tem percurso moderado a difícil. No verão, alguns turistas tomam banho na represa, porém, é necessário consultar primeiro a balneabilidade das águas. Não há estrutura, exceto por uma lanchonete que serve petiscos e um restaurante. 

Nosso conselho é levar alimentos, se pretendem ficar um dia inteiro, ou final de semana. Muitos casais acampam por lá para aproveitar mais a estadia. Fica nas redondezas de Lages.

Onde comer em Lages

O tradicional Restaurante Cansian Zamban, localizado bem no centro da cidade, é um dos favoritos entre os turistas e também moradores, pela variedade de pratos e também comida regional. Além de sobremesas muito bem feitas, o restaurante também é churrascaria e tem preço diferenciado para dias úteis e finais de semana. 

Para quem é fã de cafeterias, bom atendimento e comida excelente, recomendamos fortemente o Amelie Café. Lugar aconchegante para passar uma tarde entre amigos, ou num encontro a dois. Moradores contam que é um dos lugares que mais vão desde pequenos e que nunca decepciona. Fica no bairro Universitário.

Também no bairro Universitário, o Jimmy Burger faz sucesso tanto entre moradores, quanto turistas. 

O HamGourmet Hamburgueria fica no bairro Guarujá e foi eleito como o melhor no segmento. Ambos atendem fisicamente e também por aplicativos. Além de lanches tradicionais, também serve petiscos e sobremesas.

Cholos Taqueria é um bar e restaurante inspirado na cozinha mexicana, como o nome diz e é um lugar muito descontraído, com qualidade nos ingredientes e ótimo atendimento. Fica no bairro Coral. 

A Cantina El Shaddai é um restaurante com cozinha italiana e por muitos, é considerado o restaurante preferido da cidade. Fica no bairro Jardim Beatriz e tem classificação 5 estrelas nos avaliadores online. Nossa sugestão é experimentar a massa servida no queijo, polenta cremosa ao molho ossobuco, tilápia à milanesa, ou carne no espetinho e de sobremesa, o nhoque doce de chocolate preto e branco. 


Onde se hospedar

Para quem busca um hotel fazenda, natureza, passeios ao ar livre e principalmente comida boa, além de ótimo atendimento, em Lages, você precisa conhecer o Fazenda Pedras Brancas Hospedagem Rural, conveniado ao Clube. 

Sendo pioneira no turismo rural no Brasil, a fazenda conta área verde, formações rochosas e características indispensáveis para o contato direto com a natureza. Dá para perceber a preservação ao regionalismo através de apresentações de danças típicas entre outros eventos que acontecem na fazenda.

Com localização a apenas 14km de Lages, a hospedagem em sua categoria é o mais próximo da cidade. 

A típica gastronomia Serrana é muito valorizada no Hotel Fazenda Pedras Brancas. Turistas podem se deliciar com o churrasco de fogo de chão, pratos a base de pinhão e comidas campeiras como galinhadas, quirera, arroz carreteiro, além de massas italianas, e o café da tarde com deliciosos pães, bolos e roscas preparados na Fazenda, doces e queijos da região.

Em sua estrutura, possui piscina externa climatizada, banheira de hidro coletiva, sauna, sala da eventos, lago para pesca, sala de jogos, museu para visitação e o esporte de concha de bocha.

Uma das atrações é a caminhada na fazenda, uma das atividades mais procuradas pelos viajantes. As trilhas levam aos lugares e vistas incríveis e que podem ser consultadas com guias locais. 

Há também a sapecada, sendo uma das formas mais tradicionais do preparo do pinhão, alimento muito rico da região. Os hóspedes podem participar da atividade, procurando pinhão, debulhando e colocando em uma enorme fogueira. A sapecada é servida no inverno e no verão, ganha outro nome, como Sapecada de Castanha Portuguesa. 

Realmente uma experiência para quem gosta de turismo rural e raízes do tradicionalismo da região.


Outro hotel muito apreciado, é o Hotel Le Canard Lages.

Apontado como um dos melhores hotéis da região, as acomodações foram pensadas para viajantes que desejam além de descansar, ter um tratamento elevado. Com certeza, você irá se surpreender com a ala exclusiva Le CanarD Master. Reconhecido como o hotel mais bem localizado da cidade e o melhor em opções de lazer.

A hospedagem possui estacionamento gratuito, Internet wi-fi gratuita e de alta velocidade, academia de ginástica e café da manhã.

Para o seu conforto e momento wellness, o hotel oferece spa, academia e banheira de hidromassagem. Você pode ainda relaxar nas espreguiçadeiras do terraço. 

O hotel é muito indicado para casais, em especial e fica a 10 minutos a pé de uma região repleta de bares e restaurantes. A estação rodoviária de Lages fica a cerca de 15 minutos a pé.


E o terceiro hotel de indicação, também conveniado ao Clube, é o Map Hotel, localizado no centro da cidade, pet friendly, é possível poderá de um café da manhã continental servido diariamente. 

Outras comodidades do Map Hotel, incluem um restaurante com variedades, um lounge compartilhado e salas para reuniões e convenções, auditório e até canil. 

A hospedagem é muito indicada a você que está viajando a trabalho e procura um hotel bem localizado que atenda suas necessidades.


Gostou viajante? Que tal visitar Lages, a princesa da serra catarinense, fazer passeios em meio a natureza e ainda se hospedar em um destes hotéis do Clube? 

Converse com a gente e seja um associado! 

Porque #ViajarFazBem

planejar-feriasPowered by Rock Convert