fbpx
Lista de viagemPowered by Rock Convert


Muito tradicional em alguns estados, esta comemoração é um convite ao viajante que deseja uma experiência enriquecedora. Pois reúne músicas e danças típicas que retratam a história das cidades, decoração de festa junina caprichada e quitutes que agradam a toda a família de viajantes. Dada a riqueza cultural envolvida na festa, junho é uma ótima época para planejar uma viagem para conhecer mais da cultura do Nordeste.

 

Justamente para conhecer suas celebrações e aproveitar uma nova experiência de diversão nas cidades de festa junina.
Saiba mais sobre essa festa tradicional e descubra os destinos que preparam um arraiá danado de bom para receber as famílias viajantes!


Festa junina no nordeste: Caruaru

Considerado pela Unesco como o maior Centro de Artes Figurativas das Américas. A cidade de Caruaru, no Agreste pernambucano, respira cultura regional. É no bairro do Alto do Moura que o turista vai encontrar inúmeras expressões da arte desse lugar.

E falando em arte, ela é representada pela Literatura de Cordel, pelas peças de barro e cerâmica com inspiração nas obras do Mestre Vitalino, mais famoso artesão da cidade. E Luiz Gonzaga, o rei do baião e ícone da música nordestina, além de outras manifestações artísticas.

Caruaru é a Capital do Forró. E responsável pela realização de uma das maiores e mais plurais festas juninas brasileiras.

São quase 30 dias de festa. A programação se divide em diversos polos, entre eles o Parque de Eventos, no centro da cidade e que reúne shows de grandes artistas e quadrilhas juninas, e os festejos do Alto do Moura, que trazem um arrasta-pé mais tradicional, barraquinhas com guloseimas e espaços para fotos.
Outro atrativo para o turista é que Caruaru fica a alguns minutos de outras diversas cidades do Nordeste. A exemplo de Gravatá e Serra Negra, duas cidades para curtir ainda mais o friozinho da serra pernambucana. Tudo isso degustando um chocolate quente ou saboreando um fondue, e aproveitando os festivais de música. Caso queira uma hospedagem com mais estrutura, vale ficar em Gravatá e aproveitar as mordomias dos hotéis-fazenda, como o Villa Hípica. Durante os festejos juninos, tudo é preparado para receber as famílias, com programação especial para as crianças. Para se deslocar entre Caruaru, Gravatá e Serra Negra, o aluguel de carro ou transfers privados são a melhor opção.

Festa junina no nordeste: Aracaju

Todos os anos, o Forró Caju, como é chamada a festa junina nesta cidade de Sergipe, recebe mais de 1 milhão de visitantes. Este ano, a festividade acontece entre os dias 18 e 29 de junho e conta com shows, apresentações teatrais e festivais de comidas típicas elaborados pelos restaurantes locais.

Ao chegar na cidade, o turista é convidado, de forma gratuita, a passear com a Marinete do Forró. Uma jardineira – ônibus adaptado ao turismo – com decoração junina que leva os visitantes a conhecerem a história da cidade e seus pontos turísticos.

Com paradas que duram 15 minutos para que todos aproveitem cada ponto, o passeio é animado também por um trio pé-de-serra, que divulga a cultura do forró desde o primeiro momento. Visitar Aracaju no mês de junho é fazer uma viagem completa, que une as delícias dos frutos do mar da região com a tradição das festas juninas nordestinas.

Festa junina no nordeste: Campina Grande

Campina Grande está situada a apenas algumas horas da capital João Pessoa, no estado da Paraíba. É um paraíso para quem gosta de uma cidade bucólica e aconchegante. Além disso, a cidade realiza, todos os anos, “O Maior São João do Mundo”!

Um dos eventos de festa junina mais tradicionais do Brasil. Em 2016, a festividade vai acontecer de 03 de junho a 03 de julho, trazendo quadrilhas tradicionais, espetáculos de dança, show musicais e muita cultura para quem visitar a cidade.

Nesse período, Campina Grande respira a festa junina. Ao chegar, já é possível sentir o aroma da comida de milho e se aquecer nas fogueiras montadas pelos moradores nas ruas. Uma cidade cenográfica também é criada para aproximar o turista das raízes do local. É uma atração imperdível para todas as idades!

Durante o dia, é possível curtir vários passeios para conhecer mais sobre a quadrilha junina, o artesanato do Parque do Artesão, e outras atrações. À noite, a animação acontece no Parque do Povo. Este durante a festa, se transforma no Quartel General do Forró, com shows de grandes artistas locais e nacionais.

Para as famílias que gostam de mais tranquilidade, ficar no hotel também é uma programação e tanto. Pois os estabelecimentos geralmente preparam a festa para quem quer sentir o clima da festa com mais conforto. O Garden Hotel, tradicional na cidade, além de preparar uma estadia especial. Também oferece estrutura de lazer completa, com parque aquático, espaço zen e academia. Conheça mais aqui

Festa junina no nordeste: Mossoró

Situada no Rio Grande do Norte, a cidade de Mossoró todos os anos investe na programação e nos rituais da sua festa junina. Ou São João, como a festa é mais conhecida no Nordeste. Durante os mais ou menos 20 dias de festa no mês de junho, o Mossoró Cidade Junina reúne artistas locais e nacionais. que trazem entre outros ritmos, o verdadeiro Forró Pé de Serra nordestino e apresentações de quadrilhas juninas pela cidade.

Além da música, todos os anos um palco é montado na Estação das Artes. Que traz apresentações culturais, teatro, e cultura popular que valorizam os artistas locais e suas peculiaridades. Entre as mais famosas peças encenadas durante os festejos, está a representação do dia que a cidade venceu uma invasão e expulsou o bando de Lampião, fato ocorrido em 1927 que é motivo de orgulho entre os moradores do local.

Uma visita ao Museu do Cangaço também mostra mais sobre esses fatos históricos de Mossoró.
Além da festa junina, essa cidade nordestina tem em seus arredores uma atração peculiar: um parque arqueológico. Que contém um conjunto de rochas preservadas onde é possível observar fósseis animais e escritas rupestres.

O Lajedo de Soledade fica situado na cidade de Apondi, a 75km de Mossoró, e vale a visita o ano inteiro. Voltando para a cidade, o Memorial da Resistência e as dunas salinas de Mossoró, que são grandes pirâmides de sal formadas pela produção desse mineral, também são ótimos passeios para quem deseja conhecer mais da cultura do local.

Festa junina no nordeste: Salvador

Nem só de Carnaval vive Salvador. Situado na Bahia, este paraíso nordestino também é reduto de festa junina boa. Todos os anos, Salvador prepara mais de 100 eventos para animar turistas e moradores. No Centro Histórico, região onde fica o Pelourinho, a decoração de festa junina montada já mostra a riqueza da cultura nordestina, com intervenções artísticas que atraem todos os olhares.

Para as crianças, a diversão fica por conta de brincadeiras típicas dessa festa. Como Corrida do Saci, Pau-de-Sebo, Ovo na Colher, entre outras. Para quem está em busca de experiências gastronômicas, o Bolo de Aipim é o quitute premiado do São João de Salvador.

Além da comida típica e das festas, Salvador é uma cidade que traz inúmeros passeios para os turistas. Desde praias mais afastadas e calmas até city tours pelas ruas históricas e pelas movimentadas praias do Farol, da Barra e Ondina. Onde acontecem os circuitos carnavalescos. Com uma estrutura hoteleira diversa, a cidade atende aos gostos mais variados. Com hospedagens no estilo colonial e grandes resorts com atrações para todos.

Além das belezas naturais premiadas, o Nordeste brasileiro conta com uma cultura rica. Com raízes em movimentos históricos e influências estrangeiras na gastronomia e música. Ficou animado para conhecer tudo isso de perto? Conheça a SBTUR Viajar Faz Bem e aproveite o mês de junho para viajar!

Você-precisa-viajarPowered by Rock Convert