Quando pensamos na educação dos filhos, automaticamente pensamos em tudo o que devemos fazer para criá-los da melhor maneira possível. Porém, sabemos que educar não é tão simples assim. Precisamos sempre lembrar que disciplinar e impor limites são fundamentais para melhorar a educação das crianças.

Claro que nós sabemos que educar não vem com um check-list perfeito. Mas, ao direcionar e conduzir por meio de regras claras, é possível resistir à vontade dos pequenos e dar uma boa educação a eles.

Que tal conhecer algumas dicas que ajudarão a alcançar este objetivo? Continue a leitura e veja as sugestões que temos para oferecer!

Dicas para ajudar na educação dos filhos

1. Demonstre autoridade

Quem manda em casa? Se a resposta for você, está tudo certo. Mas se a resposta for seus filhos, encontramos um problema. Mesmo que seu filho seja independente e autossuficiente, quem tem que ter autoridade são sempre os pais.

É preciso que os pais e responsáveis assumam a autoridade na educação dos filhos. Não se pode ter medo de tomar atitudes com as crianças. É muito provável que você enfrente choros, gritos e birras quando mostrar sua autoridade. Porém, nada disso pode assustar e fazer recuar das decisões tomadas. Quando a criança consegue o que deseja com tais atitudes inadequadas, mesmo que seja apenas uma vez, é provável que vá repeti-las como um passe de mágica para ter sempre o que deseja.

Lembre-se de que a formação de seus filhos é sua responsabilidade, e terceirizar este ato, além de errado, permite que a criança veja outra pessoa como autoridade e não você!

Portanto, tenha pulso firme quando tomar uma decisão e a mantenha, mesmo que haja cenas de choro e lágrimas que fazem qualquer coração amolecer.

2. Imponha limites

Na primeira dica falamos sobre demonstrar autoridade, e uma das melhores formas de fazê-lo é impondo limites. Sabemos que é complicado e delicado, já que muitos pais não conseguem dizer não para seus filhos.

Entretanto, quando falamos de disciplinar e educar crianças, é preciso saber dizer não e impor limites. As crianças precisam saber o que é permitido desde novos para que não cresçam com a noção de que podem fazer tudo.

Fique atento, a sociedade tem limites. Permitir que seus filhos cresçam sem delimitações fará deles adultos cheios de vontades, que não aceitam ouvir um “não” como resposta. Por isso, acostume-os desde novos a enfrentar os ‘”nãos” que a vida dá!

3. Estabeleça regras

Completando as dicas acima, estabelecer regras é o momento em que você conseguirá impor limites e mostrar toda sua autoridade.

Deixe claro para suas crianças tudo o que elas podem ou não fazer. Além disso, os pais precisam dar o exemplo. Evitem discutir na frente das crianças quando o assunto for tomar uma decisão sobre elas. Mostre que vocês dominam a situação e sabem o que é melhor para seus pequenos.

Não é recomendável passar a responsabilidade de um para o outro com as famosas frases: “Pergunte para seu pai!” ou “Pergunte para sua mãe!”

Entre em acordo sobre os que eles podem ou não fazer. Lembre-se de que a educação dos filhos é responsabilidade dos pais em conjunto, e não apenas de um deles!

4. Converse com seus filhos

Esta dica é bastante válida, afinal, estabelecer uma conexão desde pequenos faz com que você consiga educar seu pequeno de maneira mais simples. E a melhor forma de criar essa conexão é conversando com eles!

Todos os dias, depois do trabalho, mesmo que seja durante o jantar ou enquanto dá banho nele, procure estabelecer contato. Chegou o momento de perguntar como foi na escola, o que ele aprendeu de novo naquele dia e outras informações importantes da rotina.

Fique atento às mudanças que as novas gerações apresentam, pois elas trazem novas experiências que você pode não ter tido, mas para elas são fundamentais. Escute com atenção e interesse.

Quando as crianças forem um pouco maiores e puderem debater sobre as decisões, chegou o momento de dar-lhes mais responsabilidade. Quando elas pedirem para ir dormir na casa de um coleguinha, escute o que elas vão fazer e a “argumentação” de por que você deve permitir a saída.

Da mesma forma, se há algo que será vedado, também será necessário explicar a razão. Como comentamos, não tenha medo de dizer não, mas é de suma importância conversar com seu filho e explicar seus motivos. Assim, eles entendem melhor o fato de você só desejar o bem para eles. O ato de conversar com as crianças ajuda a criar um elo, além de fazer com que elas respeitem e confiem mais nos pais.

5. Crie uma rotina

Uma das melhores formas de estabelecer regras e impor limites para as crianças é criando uma rotina. É necessário definir os horários de cada atividade que seu filho fará. Assim, ele conseguirá fazer tudo o que lhe é proposto e terá um quotidiano mais organizado.

Tenha horários pré-determinados para assistir a televisão, brincar, estudar e dormir. Lembre-se ainda de verificar se as crianças estão satisfeitas com todas as atividades diárias.

Em alguns casos, os pais sobrecarregam a criança com natação, inglês, futebol e diversas outras atividades e esquecem de saber se elas estão felizes. Ao conversar com seu pequeno, você ficará sabendo se as atividades são boas ou se ele as faz apenas por serem uma obrigação do dia a dia.

Não seja o maníaco dos horários: se a criança terminar a tarefa mais rápido do que o normal, ofereça um livro ou brinque com ele. Tudo pode ser adequado, basta que vocês entrem em acordo.

6. Não desista facilmente

Nós sabemos o quão difícil é educar uma criança, principalmente nos dias atuais, pois elas recebem influências de muitos lados. Entretanto, ninguém falou que a educação dos filhos é algo fácil.

Se você está tentando impor regras e colocar limites mas ainda não conseguiu, lembre-se de trabalhar a sua autoridade diante das crianças. Elas precisam saber que é você quem manda, não elas. Portanto, não desista na primeira falha, siga em frente e, sempre que preciso, comece novamente!

Agora que você já sabe regras simples que auxiliam na educação dos filhos, que tal começar a colocar em prática com seus pequenos?

Você possui outras dicas para ajudar na educação dos filhos? Tem outros conselhos para ajudar os pais neste momento delicado? Comente aqui e divida conosco a sua experiência na hora de educar suas crianças!